segunda-feira, 9 de junho de 2014

Como superar o fim de um relacionamento !



 Uma das maiores dores que uma pessoa pode passar é o fim de um relacionamento.
Há duas situações possíveis:
-  Você não queria e/ou não esperava o fim deste relacionamento
- Você planejava este rompimento
O interessante é que mesmo quando uma pessoa deseja, planeja e tem a iniciativa do rompimento pode haver dor.
Até mesmo relacionamentos ruins podem deixar um certo “buraco” emocional. Talvez isso ocorra porque o ser humano foi feito para viver com outras pessoas. Mesmo relacionamentos ruins oferecem uma certa parceria, a possibilidade de contar com a outra pessoa em alguns momentos. E de toda forma o ser humano é feito de rotinas. Chegar em casa e encontrar sempre a aquela  pessoa, ou final de semana receber sempre aquela ligação , que mesmo que não seja a pessoa ideal, ainda assim há um certo sentimento de “aconchego”. Perder esta pessoa pode ser doloroso, por incrível que pareça.
Mas o grande sofrimento acontece quando não esperamos e não desejamos o rompimento pois amamos esta pessoa e não conseguimos nos imaginar longe dela. Algumas vezes acontece de surpresa – não havia sinais de insatisfação por parte da outra pessoa, ou porque ele tomou esta decisão repentinamente ou porque não tinha habilidades para ir colocando suas insatisfações.

Como superar a dor do fim de um relacionamento

Esta é a receita que todos querem, e se existe uma palavra que eu possa dar a todas as pessoas que procuram conforto neste momento tão difícil seria: Reconstrua-se. Aproveite a vivencia, mesmo que este rompimento  não tenha sido sua escolha, e use este turbilhão emocional como informações que você está tendo a seu próprio respeito. Com certeza você está aprendendo muito sobre si mesmo, talvez esteja tendo reações que nunca imaginou que seria de seu feitio. Talvez esteja tendo pensamentos e comportamentos que o faz não reconhecer a si mesmo. Mas saiba, que tudo isso pode ser usado a seu próprio favor. Você pode crescer e sair renovado (a).
Caso sinta que precisa de uma mão, alguém para estar junto e usar todo o conhecimento sobre a dor humana para que você passe por este momento e renasça uma pessoa melhor ainda, conte com o psicólogo.

Como aceitar o fim do relacionamento



1: Quando um relacionamento chega ao fim, quais os passos para que a mulher se acostume com esse término?

Psicóloga: Mesmo quando a decisão partiu desta mulher há casos onde ainda é difícil seguir em frente, pois existe uma nova rotina a qual terá que se adaptar. Aquela expectativa de programa e companhia garantida já não existe mais e mesmo sendo um relacionamento ruim os humanos são seres de hábitos e precisamos deles.
Sendo assim, alguns passos interessantes seriam:
- Observe e crie novas áreas de interesse, pode ser um curso, um passatempo, etc.
- Crie novas rotinas, por exemplo passe a fazer caminhadas num horário determinado.
- Abra oportunidades para conhecer novas pessoas, mas sem expectativa de novos relacionamentos agora, faça amizades.

2: Existem dicas que facilitem o processo de seguir em frente?

a- Entenda que mesmo sendo bom viver em duplas, ainda é saudável aprender e desfrutar viver só.
b- Perceba que você pode ser uma boa companhia para si mesma.
c- Perceba que há mais pessoas a sua volta do que você estava imaginando.

3: O que a mulher não deve fazer? Existem coisas que prolonguem e tornem o processo mais difícil? (manter fotos no facebook, procurar, etc)

Psicóloga: a- Não procurar indícios de sentimentos inexistentes em um relacionamento que já se provou inviável – para isso é importante que não vá atrás do ex nem de informações em redes sociais ou perguntando aos amigos em comum.
b- Manter fotos ou objetos que lembrem o antigo relacionamento.
c- Lembrar dos “bons tempos”
d- Desfrutar quando, e se,  souber de momentos ruins pelos quais o ex pode estar passando.

4: Muitas mulheres reclamam que o antigo parceiro não as deixam em paz após o termino. Como se livrar desse fantasma?

Psicóloga: Com muito cuidado, pois algumas pessoas que tem dificuldades em aceitar rompimentos podem não ter controle de seus atos e acabar ferindo física ou moralmente a ex.
Não confunda a dificuldade deste parceiro em aceitar o rompimento com amor. O fato dele não conseguir se separar de você não significa necessariamente que ele a ama, pode significar apenas posse.

5: Como conversar com o parceiro para que o fim seja menos traumático?

Psicóloga: Com bastante sinceridade mas sem ferir. Não deve-se usar o momento do rompimento para vingar-se de algo que o parceiro tenha feito. Se você decidiu terminar não prolongue a relação transformando-a em oportunidade para revanches. Deixe claro que o sentimento mais importante para que a relação se mantivesse, o amor, não existe mais e mesmo que tenha restado alguma amizade ou carinho não são sentimentos suficientes para manter o relacionamento.

6: Gostaria de algumas dicas para esses casos onde o ex não para de procurar pela mulher...como ela deve agir, como lidar com essa pessoa para que isso não atrapalhe sua vida e futuros relacionamentos?

Psicóloga: Deve-se sempre deixar muito claro que o relacionamento acabou e não dar mostras de que o relacionamento tenha chance de volta, pois algumas pessoas fazem isso para ganhar um pouco de tempo pois não tem coragem de se colocar assertivamente. Deve-se ser elegante e firme.

Bom pessoal resolvi fazer esse post porque muitas garotam estão tendo casos assim e não conseguem superar o término ! Espero que essas dicas tenham ajudado, até o próximo (: